Aberta seleção para voluntários interessados em trabalhar na Rio+20 – Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável

Jovens estudantes e profissionais de todo o país interessados em trabalhar como voluntários durante a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20) já podem se inscrever no processo seletivo. O primeiro edital do Programa Voluntariado Rio+20 receberá inscrições até o dia 19 de abril. São 400 vagas para universitários (graduação e pós-graduação) ou para profissionais formados que irão atuar como guias de visitas às comunidades e em atividades nas áreas de sustentabilidade, tecnologia da informação e orientação e apoio da sociedade civil, entre outras.

Além destas vagas, o programa abrirá inscrições para outros dois perfis: voluntários jovens e voluntários do ensino médio (veja no box abaixo as especificações de cada perfil). Ao todo, serão selecionados 1,7 mil voluntários.

Perfil dos voluntários

Voluntário jovem: Jovens de 18 a 29 anos provenientes de famílias de baixa renda do Rio de Janeiro, participantes ou ex-participantes de cursos profissionalizantes. Os jovens já deverão ter concluído ou estarem cursando o 9º ano do ensino fundamental.

Voluntário universitário e profissional: Estudantes universitários (cursos de graduação ou pós-graduação) ou profissionais formados de todo o Brasil. A idade mínima para inscrição é de 18 anos.

Voluntários do Ensino Médio: Estudantes de escolas públicas do Rio de Janeiro cursando o ensino médio, com idade mínima de 18 anos.

A iniciativa é parte do projeto de cooperação técnica “Parcerias para Realização da Rio+20″, desenvolvido pelo Comitê Nacional Organizador da Conferência (CNO) e pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Além do Programa Voluntário, o projeto contempla outras três ações sociais desenvolvidas para a Rio+20: os programas Comunidades Sustentáveis, Cultura+20 e Visitas às Comunidades do Rio de Janeiro.

Para Moema Freire, Oficial de Projetos do PNUD, essa é uma forma que os jovens têm de participar ativamente de eventos de grande porte como a Rio+20. “As comunidades vulneráveis, em particular, ficam afastadas desse tipo de atividade. Esse projeto, portanto, significa antes de tudo inclusão social”, avalia Moema. A iniciativa foi desenvolvida a partir de experiência semelhante realizada em 2007 para os Jogos Pan-Americanos.

Voluntários receberão treinamento em maio

Os voluntários selecionados passarão por um treinamento obrigatório, com carga horária de 20 horas/aula, envolvendo os seguintes temas: Voluntariado e formação cidadã; Histórico da Conferência Rio+20 e sustentabilidade; Direitos humanos, gênero e igualdade racial; e Voluntariado na Rio+20. A capacitação dos jovens será realizada no mês de maio pelo PNUD/CNO, pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (FIRJAN) e pela Secretaria de Educação do Estado do RJ, cada qual responsável por um perfil.

O conteúdo das oficinas será elaborado por consultores contratados, em consulta com o CNO, o PNUD, o programa de Voluntários das Nações Unidas (VNU) e parceiros, como a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, a Secretaria de Políticas para as Mulheres, o Ministério do Meio Ambiente e a Secretaria Nacional de Juventude.

Todos os voluntários participantes do programa receberão ajuda de custos no valor de R$ 25 por dia de treinamento e R$ 35 por dia de atuação.

Atuação durante a Conferência

Os voluntários atuarão por 4 horas diárias, por no mínimo 10 dias, no período de 05 a 30 de junho. As atividades executadas estão divididas em quatro grupos principais:

– Visitas às comunidades: Acompanhamento do público ao programa de visitação comunitária que será promovido pelo CNO e pelo governo do Estado. Número estimado de voluntários: 200 (sendo 100 residentes das 5 comunidades que receberão visitas e 100 estudantes universitários com fluência em inglês).

– Atividades na área de sustentabilidade: acompanhamento de atividades indicadas pela Coordenação de Sustentabilidade do CNO. Número estimado de voluntários: 300.

– Atividades na área de tecnologia da informação (TI): acompanhamento de atividades indicadas pela Coordenação de TI do CNO. Número estimado de voluntários: 100.

– Atividades de orientação e apoio à área de sociedade civil: atividades de informação e orientação ao público da Conferência, especialmente nos eventos promovidos nos espaços da sociedade civil. Número estimado de voluntários: 1100.

Ao final do processo, os voluntários receberão certificado de atuação voluntária e serão cadastrados em um banco de dados que será oferecido a outras instituições organizadoras de grandes eventos no Rio de Janeiro, de forma a fomentar a continuidade da iniciativa.

Todo o processo de elaboração e implementação do programa de voluntariado para a Rio+20 será registrado e avaliado pelos consultores contratados. O documento final de registro e avaliação da iniciativa será entregue a instituições organizadoras de grandes eventos, como a Copa do Mundo e as Olimpíadas, assim como à Secretaria de Direitos Humanos, como subsídio para a estruturação do Sistema Nacional de Voluntariado que está em fase de concepção.

FONTE: http://www.onu.org.br/aberta-selecao-para-voluntarios-interessados-em-trabalhar-na-rio20/

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s